16
Set 08


A Paixão
Almeida Faria


“O seu segundo romance, A Paixão, possui as mesmas qualidades literalmente espantosas de Rumor Branco, sendo ao mesmo tempo mais despojado e mais apaixonado; desta vez a severidade é implacável, e a composição aposta numa disciplina exemplar.”

Books Abroad, EUA

“A riqueza das suas imagens é quase infinita, a beleza e a capacidade transfiguradora das suas metáforas é muitas vezes fascinante.”

Neue Zürcher Zeitung, Suíça

“Todo o génio de Almeida Faria está na expressão rigorosa da fértil união entre o sagrado e o profano.”

La Quinzaine Litteréraire, França

“Como uma torrente de lava, a linguagem de Almeida Faria abre caminho, uma linguagem incrivelmente rica.”

Welt am Sonntag, Alemanha

“Um verdadeiro poeta com clarividente e imparcial olhar e fina sensibilidde perante a beleza e a problemática estrutura social do país.”

Stuttgarter Zeitung, Alemanha

“Um dos poucos autores, dos quais se pode esperar que dêem novamente reconhecimento internacional à literatura de Portugal, é Almeida Faria.”

Berliner Morgenpost, Alemanha

 

P.V.P. 5.95€

publicado por LeYa às 09:23

Almeida Faria nasceu em Montemor-o-Novo, em 1943. Em Lisboa, frequentou as Faculdades de Direito e de Letras, sendo licenciado em Filosofia. Foi professor de Estética na Universidade Nova de Lisboa. Ficcionista dramaturgo e ensaísta, Almeida Faria obteve o Prémio Revelação de Romance da Sociedade Portuguesa de Escritores com o livro Rumor Branco (1962), confirmando depois a sua maturidade literária com A Paixão (1965), primeiro romance de uma «Tetralogia Lusitana» de que fazem parte Cortes (1978) – Prémio Aquilino Ribeiro da Academia das Ciências de Lisboa, Lusitânia (1980) – Prémio Dom Dinis da Fundação da Casa de Mateus, e Cavaleiro Andante (1983) – Prémio Originais de Ficção da Associação Portuguesa de Escritores. O seu último romance, O Conquistador, foi publicado em 1990, e o conto «Vanitas» em 2007. Publicou ainda as peças Vozes da Paixão (1998) e A Reviravolta (1999). Os seus livros estão traduzidos em várias línguas.

publicado por LeYa às 00:13

1808 – Laurentino Gomes
A Alma Trocada – Rosa Lobato de Faria
A Casa da Rússia – John le Carré
A Cidade e as Serras – Eça de Queirós
A Confissão de Lúcio – Mário de Sá-Carneiro
A Conjura – José Eduardo Agualusa
A Feira dos Assombrados – José Eduardo Agualusa
Afirma Pereira – Antonio Tabucchi
A Festa do Chibo – Mario Vargas Llosa
A Fúria das Vinhas – Francisco Moita Flores
A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho – Mário de Carvalho
A Insustentável Leveza do Ser – Milan Kundera
Aldeia Nova – Manuel da Fonseca
Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll
Alma – Manuel Alegre
Amadeo – Mário Cláudio
A Montanha da Água Lilás – Pepetela
Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco
A Morte de Ivan Ilitch – Lev Tolstoi
A Morte do Palhaço e o Mistério da Árvore – Raul Brandão
A Paixão – Almeida Faria
A Princesa de Gelo – Camilla Läckberg
A Rainha no Palácio das Correntes de Ar – Stieg Larsson
A Rapariga que Sonhava com uma Lata de Gasolina e um Fósforo – Stieg Larsson
A República dos Corvos – José Cardoso Pires
A Salvação de Wang-Fô e Outros Contos Orientais – Marguerite Yourcenar
As Aventuras de João Sem Medo – José Gomes Ferreira
As Aventuras de Pinóquio – Carlo Collodi
As Aventuras de Robinson Crusoe – Daniel Defoe
As Intermitências da Morte – José Saramago
A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón
As Visitas do Dr Valdez – João Paulo Borges Coelho
A Trança de Inês – Rosa Lobato de Faria
Aventuras de Sherlock Holmes – Arthur Conan Doyle
A Voz dos Deuses – João Aguiar
Balada da Praia dos Cães – José Cardoso Pires
Bichos – Miguel Torga
Budapeste – Chico Buarque
Café República – Álvaro Guerra
Caffè Amore – Nicky Pellegrino
Capitães da Areia – Jorge Amado
Contos – Charles Perrault
Contos da Montanha – Miguel Torga
Contos e Diário – Florbela Espanca
Contos Populares Portugueses – Adolfo Coelho
Curar – David Servan-Schreiber
Da Liberdade de Pensamento e de Expressão – John Stuart Mill
Danças & Contradanças – Joanne Harris
Daqui a Nada – Rodrigo Guedes de Carvalho
De Profundis, Valsa Lenta – José Cardoso Pires
Desgraça – J. M. Coetzee
Dom Casmurro – Machado de Assis
Enquanto Salazar Dormia… – Domingos Amaral
Escuta, Zé Ninguém! – Wilhelm Reich
Está a Fazer-se Cada Vez Mais Tarde – Antonio Tabucchi
Estorvo – Chico Buarque
Frankenstein – Mary Shelley
Gaibéus – Alves Redol
Gente Feliz com Lágrimas – João de Melo
Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe
Histórias Falsas – Gonçalo M. Tavares
História Universal da Infâmia – Jorge Luis Borges
Inês de Portugal – João Aguiar
Jardim de Alfazema – Jude Deveraux
Jogos de Azar – José Cardoso Pires
Jubiabá – Jorge Amado
Lendas e Narrativas – Alexandre Herculano
Maria Antonieta – Antonia Frasier
Marley & Eu – John Grogan
Marquesa de Alorna – Maria João Lopo de Carvalho
Máscaras de Salazar – Fernando Dacosta
Más Maneiras de Sermos Bons Pais – Eduardo Sá
Mau Tempo no Canal – Vitorino Nemésio
Memória das Minhas Putas Tristes – Gabriel García Márquez
Memória de Elefante – António Lobo Antunes
Mensagem – Fernando Pessoa
Mulher de Porto Pim – Antonio Tabucchi
Não Me Contes o Fim – Rita Ferro
Não Te Deixarei Morrer, David Crockett – Miguel Sousa Tavares
Nas Tuas Mãos – Inês Pedrosa
Novos Contos da Montanha – Miguel Torga
Nunca Me Esqueças – Lesley Pearse
O Amor é uma Carta Fechada – Joaquim Quintino Aires
O Amor nos Tempos de Cólera – Gabriel García Márquez
O Animal Moribundo – Philip Roth
O Anjo Ancorado – José Cardoso Pires
O Anjo Mais Estúpido – Christopher Moore
O Ano da Morte de Ricardo Reis – José Saramago
O Bom Inverno – João Tordo
O Burro-em-Pé – José Cardoso Pires
O Cântico de Natal – Charles Dickens
O Carteiro de Pablo Neruda – Antonio Skármeta
O Cego de Sevilha – Robert Wilson
O Complexo de Portnoy – Philip Roth
O Delfim – José Cardoso Pires
O Deus das Moscas – William Golding
O Deus das Pequenas Coisas – Arundhati Roy
O Espião que Saiu do Frio – John le Carré
O Falador – Mario Vargas Llosa
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá – Jorge Amado
O Hóspede de Job – José Cardoso Pires
O Operário em Construção – Vinicius de Moraes
O Príncipe do Mar – Adolfo Simões Müller
O Príncipe e o Pobre – Mark Twain
O Processo – Franz Kafka
O Quase Fim do Mundo – Pepetela
O Rapaz do Pijama às Riscas – John Boyne
O Rastro do Jaguar – Murilo Carvalho
Os Cus de Judas – António Lobo Antunes
Os da Minha Rua – Ondjaki
Os Homens que Odeiam as Mulheres – Stieg Larsson
Os Linhos da Avó – Rosa Lobato de Faria
Os Três Casamentos de Camilla S. – Rosa Lobato de Faria
Os Versículos Satânicos – Salman Rushdie
O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo – Germano Almeida
O Último Cabalista de Lisboa – Richard Zimler
O Último Cais – Helena Marques
O Vale da Paixão – Lídia Jorge
Primeiro as Senhoras – Mário Zambujal
Quando Lisboa Tremeu – Domingos Amaral
Receitas de Amor – Anthony Capella
Rosa Brava – José Manuel Saraiva
Saber Emagrecer – Prof.ª Isabel do Carmo
Sapho – Costumes de Paris – Alphonse Daudet
Sermões – Padre António Vieira
Siddhartha – Hermann Hesse
– António Nobre
Sputnik, Meu Amor – Haruki Murakami
Tanta Gente, Mariana – Maria Judite de Carvalho
Terra Sonâmbula – Mia Couto
Travessia de Verão – Truman Capote
Tudo o que Temos Cá Dentro – Daniel Sampaio
Uma Noite em Nova Iorque – Tiago Rebelo
Uma Villa em Itália – Elizabeth Edmondson
Um Rio Chamado Tempo, uma Casa Chamada Terra – Mia Couto
You – Manual de Instruções –Volume 1 – Dr. Michael F. Roizen e Dr. Mehmet C. Oz
You – Manual de Instruções –Volume 2 – Dr. Michael F. Roizen e Dr. Mehmet C. Oz
blogs SAPO